Banco do Brasil amplia crédito para os produtores rurais de Parintins

O Banco do Brasil trabalha com todas as linhas de crédito para atender os agricultores familiares como o Pronaf, Pronamp, Moderagro, entre outros.

Banco do Brasil amplia crédito para os produtores rurais de Parintins Foto: Peta Cid Notícia do dia 20/04/2017

Ampliar o financiamento com qualidade para fomentar a agricultura familiar e favorecer  o crescimento no município é o que propõe o Banco do Brasil que está colocando à disposição dos produtores rurais de Parintins várias linhas de crédito para alavancar o agronegócio. O anúncio foi feito pelo gerente de mercado do agronegócio do Banco do Brasil, José Maria Canto, em reunião com representantes da Prefeitura de Parintins, Secretaria de Pecuária, Agricultura e Abastecimento, Câmara Municipal, Idam, Associação dos Pecuaristas, Embrapa, sindicatos de produtores rurais e de pescadores.

De acordo com José Maria, o Banco do Brasil trabalha com todas as linhas de crédito para atender os agricultores como o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais (Moderagro), entre outros. Dependendo do porte do produtor oferece linhas diferenciadas. Não há um teto limite e o banco tem condições de financiar qualquer projeto que atenda às exigências legais.

José Maria explicou que as falhas que ocorrem na elaboração dos projetos e a falta de assistência técnica e acompanhamento têm criado embaraços e dificuldades para a liberação do crédito por que são poucos os técnicos credenciados. Ele destacou a iniciativa da Prefeitura de Parintins que está criando a Assistência Técnica Municipal (Ater) para proporcionar qualidade aos projetos e acompanhamento técnico. “Quero parabenizar o secretário Edy e o prefeito Bi Garcia por essa parceria, acreditamos que com a iniciativa da Prefeitura de criar a Ater Municipal para ir a campo e acompanhar efetivamente os produtores, teremos mais qualidade e segurança na execução dos projetos”, ressaltou.

O secretário de Pecuária, Agricultura e Abastecimento, Edy Albuquerque disse que vê com muito otimismo a determinação do Banco do Brasil de operacionalizar as linhas de crédito para o produtor de Parintins. “Temos que agradecer a articulação política do prefeito Bi Garcia que foi quem interviu com superintendente do Banco do Brasil para essa reunião pudesse acontecer”, frisou.  

Edy apresentou aos representantes do banco as ações que a Sempa está projetando para as áreas da agricultura, pecuária, piscicultura e que serão trabalhadas juntamente com os órgãos parceiros como IDAM, Embrapa, Associação dos Pecuaristas, os bancos financiadores, sindicatos rurais, associações de pescadores. “Essa parceria se consolida também com a participação do Banco do Brasil e da sociedade que se alia para fomentar o setor primário. Vamos trabalhar efetivamente e com certeza teremos números para apresentar ao longo de quatro anos”, assinalou.